Assista ao Vídeo Manifesto dos Indigos - Os Visionários do Caminho





Vídeo Institucional da Escola de Criatividade do Instituto
Mensageiros do Amanhecer






Uma aula numa Oficina da ESCOLA DE CRIATIVIDADE da Casa Índigo

terça-feira, 9 de setembro de 2014

CRIANÇAS ÍNDIGO: Pedagogia 3000 e os 13 Passos para a Educação das Crianças Índigo, as Crianças do Terceiro Milênio


 
A Pedagogia 3000 é uma vertente da Educação Holística e é a base pedagógica do projeto do Instituto Mensageiros do Amanhecer para a educação das crianças índigo.



O que é Pedagogia 3000?


por Noemi Paymal, Pedagooogia 3000.
ingo@pedagooogia3OOO.info, noemi.paymal@gmail.corn


Pedagogia 3000 é uma ferramenta educativa que permite a integração do Ser a partir da Prática, gerando uma nova consciência pedagógica à qual chamamos do Terceiro Milênio, daí vem o seu nome: Pedagogia 3000.

Pedagogia 3000 é uma sinergia pedagógica que prioriza a criança de hoje e de amanhã, com suas mudanças, suas necessidades especificas e sua nova maneira de aprender e de ser. Buscando constantemente ferramentas pedagógica para o bem-estar e desenvolvimento harmonioso integral-afetivo das crianças, jovens, pais e docentes. É flexível, inclusiva, ativa e baseia-se nos novos paradigmas do Terceiro Milênio.

Pedagogia 3000 se adapta ao ambiente social, cultural, econômico e ecológico.

Pedagogia 3000 é uma pedagogia em expansão que vai evoluindo à medida que entramos neste novo milênio. Mais que uma nova teoria ou um novo procedimento pedagógico ou qualquer modelo fixo de aprendizagem, é uma constante abertura para entender e atender às necessidades dos estudantes do Terceiro Milênio, que são desde já bastante diferentes às gerações anteriores e seguirão mudando de modo acelerado. Em outras palavras, Pedagogia 3000 é uma atitude que se traduz num entendimento-ação em constante movimento e crescimento.

Inclusiva por natureza, Pedagogia 3000 propõe reunir e potencializar o melhor das metodologias, procedimentos e técnicas pedagógicas do passado (incluindo aquelas que são ancestrais), presente e futuro.

A Pedagogia 3000 é uma vertente mais aprofundada, avançada e moderna da Educação Holística e como tal tem a função de promover o desenvolvimento integral do ser em todos os seus aspectos, principalmente mental, físico e espiritual e a sua integração com a natureza.


O que priorizamos é o bebê, o menino, a menina, o jovem, aquele que está por nascer, aquele que virá nas próximas décadas, em uma constante escuta e instrumentalização do que aprendemos: com carinho, humildade, consciência e respeito. Na medida em que as crianças vão mudando, que as entendemos melhor e que a consciência se expanda, gradativamente vai mudando também o nosso entendimento.


O que mudou?

A criança de hoje mudou e sua maneira de aprender também mudou. Nós mesmos, como mãe, pai ou professor(a) estamos mudando. E então? A educação deve mudar também e rapidamente. Os paradigmas do Terceiro Milênio, a energia e a consciência já estão dando saltos quânticos no planeta. E, eu? Como me coloco? O que devo fazer, e o que não devo? Por que a educação de hoje é o primeiro setor que deve mudar?


13 passos simples

Passo 1 - As crianças de hoje já não são as mesmas. Aprendo porque as crianças de hoje são diferentes e me deixo surpreender.
Passo 2 - Uma nova forma de aprender. Conheço os seus novos modos de aprendizagem e sua forma de atuar.
Passo 3 - Uma educação para as novas crianças. Entendo suas novas características e talentos, assim posso atendê-las melhor.
Passo 4 - Importante! Entendo minhas próprias mudanças.  Entendo a mim mesmo e aceito que posso mudar.
Passo 5 - Hemisférios cerebrais. Como utilizo os dons dos dois hemisférios cerebrais em sua potência máxima e como deixo fluir a criatividade de meu filho ou estudante?
Passo 6 - Inteligência Emocional. A inteligência Emocional é mais importante que o Coeficiente Intelectual. Como posso desenvolvê-la?
Passo 7 - Inteligências Múltiplas. Conheço as treze inteligências e aprendo a utilizá-las.
Passo 8 - Novas ferramentas. Aprendo técnicas básicas e eficazes para a educação do novo milênio.
Passo 9 - Crianças intuitivas. O que é uma criança intuitiva? O que fazer e o que não fazer?
Passo 10 - Ferramentas bio-inteligentes. Possuo ferramentas bio-inteligentes para um bom desenvolvimento integral.
Passo 11 - Educar através da interculturalidade. A interculturalidade no cotidiano como um modo de vida.
Passo 12 - Crio minha própria educação. Impulsiono com entusiasmo uma nova educação, adequada para as crianças e para mim.
Passo 13 - Proponho-me a Ser e Co-criar.  Proponho-me Ser e Co-criar uma nova sociedade através de uma nova educação


Passo 1 - As crianças de hoje já não são as mesmas

Aprendo por que as crianças de hoje são tão diferentes e me deixo surpreender.


Os meninos e meninas de hoje apresentam talentos inatos excepcionais de maior percepção e sensibilidade, nos âmbitos fisiológicos, afetivos, emocionais, éticos, de conduta, cognitivos, sociais, psíquicos e espirituais. Estas qualidades podem ser encontradas também nos adultos, avôs e avós, mas em menor grau.

Assim, temos em casa ou na sala de aula uma criança, um estudante, cuja capacidade sensorial e emocional já é mais sensível e capaz de perceber espectros energéticos e cognitivos que o próprio adulto muitas vezes não percebe.

John White, membro da Associação de Antropologia Americana, diz que:

Está se perfilando uma nova humanidade que se caracteriza por uma psicologia já modificada, baseada na expressão do sentimento e não em sua repressão. Isto se traduz em uma motivação solidária e amorosa, não competitiva e não agressiva, numa lógica multinível-integrada, não linear-sequencial, num sentido de identidade inclusiva-coletiva, não isolada-individual e capacidades psíquicas utilizadas com propósitos benevolentes e éticos, não prejudiciais e nem imorais (1). (White, 2008:ae)

Este pesquisador fala de uma mudança da humanidade como um todo e lança a possibilidade do surgimento do Homo Noeticus, o homem de consciência.

A nova humanidade não será  Homo sapiens, mas Homo Noeticus, homem de consciência.


Passo 2 - Uma nova forma de aprender

Conheço os seus novos modos de aprendizagem e sua forma de atuar.


As características das crianças de hoje não são somente suas altas capacidades cognitivas, mas também suas amplas percepções em todos os âmbitos, seu agudo nível de empatia e sua surpreendente abertura psíquica e espiritual, especialmente em idade bem tenra. Seu nível de empatia é muito alto, isto quer dizer que são capazes de compreender e experimentar os sentimentos, pensamentos e experiências dos outros, sem necessidade de falar ou até mesmo, em alguns casos, de estar fisicamente presente. São crianças cujas capacidades são multilaterais, isto é, podem ver os diferentes aspectos de uma mesma coisa, e multidimensionais, ou seja, podem acessar vários níveis de consciência.

Suas maneiras de aprender são:

1. Autodidatas e auto-desenvolvidas, isto é, apresentam em geral um perfil de líderes autodidatas com alto desenvolvimento psíco-emocional, como atesta o Dr. Abraham Maslow, psicólogo humanista transpersonal.

2. Associadas a uma alta sensibilidade, tanto física, através de seus cinco sentidos e de seu metabolismo, como emocional, social, ética e espiritual.

3. Ligadas a uma Inteligência Emocional supra desenvolvida, tal como descreve o Dr. Daniel Goleman. Isto proporciona aos meninos(as) de hoje: velocidade de entendimento, capacidade de atuar de forma imediata, sentimento de certeza e assimilação holística dos conhecimentos.

4. Relacionadas com a utilização extensa de seu hemisfério cerebral direito, o que lhes oferece uma capacidade de: aprendizagem tipo visual, criatividade, imaginação, gosto pelas artes, música, sentimentos, afetividade, intuição, sexto sentido, expressão verbal, realizar várias tarefas ao mesmo tempo, independência e persistência, entre outras qualidades. Na realidade, tem uma sincronização natural de ambos os hemisférios cerebrais. O hemisfério direito lhes contempla com a intuição e criatividade, o hemisfério esquerdo lhes dá clareza e a estrutura para realizar aquilo a que se propõem. A sincronização de ambos os hemisférios acompanhada de uma alta motivação, sem stress, provê um estado ativo natural em ondas alfa, conforme a teoria de "Flow", o Fluir, segundo o psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi. (2) 

5. Relacionadas às vezes com talentos psíquicostambém chamados de para-psíquicos ou intuitivos, apresentando capacidades inatas de clarividência, telepatia, précognição e outras faculdades extra-sensoriais.

6. Ligadas a pautas de aprendizagem diversificadas, incluindo as nove inteligências descritas pelos doutores Gardner e Armstrong. Além disso, utilizam naturalmente também a inteligência energética ou intuitiva, a emocional, a prática e a co-criadora.


Passo 3 - Uma educação para as novas crianças (índigos ou superdotadas)

Entendo suas novas características e talentos, assim posso atendê-los melhor.


Características e talentos das crianças de hoje
Posso atende-los melhor com
1. Autônomo, auto-realizado

Uma educação autodidata, com responsabilidade e independência.
Deixar que façam as coisas por si mesmos.
Respeitar seu modo de ser e de aprender
2. Maior percepção e sensibilidade
Um ambiente emocionalmente estável e muito afeto.
Descartar totalmente os gritos, as ameaças e as chantagens emocionais. Escutar-lhes.
3. Inteligência Emocional supradesenvolvida

Uma educação ativa e produtiva.
Uma ética impecável.
4. Hemisfério direito

Criatividade e flexibilidade.
Permitir-lhes inventar e explorar novas coisas.
A arte e a estética.
Os movimentos e as atividades lúdicas.
5. Talentos psíquicos
Calma, paz e entendimento.
As ferramentas bio-mórficas
 6. Inteligências Múltiplas

Potencializar o desenvolvimento das Inteligências Múltiplas
Organizar atividades ecológicas.
A interculturalidade.
Um desenvolvimento integral, holístico.

As ferramentas bio-lúdicas e bio-inteligentes.

Tarefa
Elaboro uma lista de como vou atender meus filhos ou estudantes, levando em conta estas novas características.
Escrevo abaixo quatro coisas concretas que a partir de hoje vou fazer na minha casa ou aula, baseando-me no quadro anterior.


Recomendações para conviver harmoniosamente:

1. Fortalecemos a auto-estima de nossos filhos ou alunos.
2. Fortalecemos nossa própria auto-estima.
3. Damos abraços e sorrisos.
4. Evitamos tanto os castigos como as recompensas.
5. Nunca recorremos aos castigos físicos nem aos gritos.
6. Não recorremos à chantagem emocional.
7. Sejamos firmes, mas não dominantes nem autoritários.
8. Ensinamos dando o exemplo.
9. Escutamos de verdade.
10. Não entramos na luta de poder. Se há conflitos, não insistimos com a força.
11. Relaxamos e nos tranquilizamos. Não cedemos aos nossos primeiros impulsos de impaciência ou Faina.
12. Não os superprotegemos.
13. Não comparamos. Não existe melhor nem pior.
14. Cuidamos do tom de voz que usamos.
15. Nos divertimos juntos.
16. Sejamos conscientes de que: "Com nossa doçura atraímos doçura. Com nosso mal gênio atraímos...  o mal gênio."
17. Oferecemos-lhes tarefas lúdicas.
18. Incentivamos a atividade física.
19. Propiciamos contato diário com a natureza.
20. Oferecemos a possibilidade de escolha.
21. Damos-lhes responsabilidades.
22. Explicamos-lhes tudo, com muita honestidade.
23. Brindamos sempre com cortesia e respeito.
24. Recordemo-nos que a mudança deve sempre começar conosco.

Tarefa
Escolho uma destas recomendações e as pratico durante uma semana. Então, escolho outra e assim sucessivamente, até que se converta num habito de vida. Começo HOJE.
Escrevo aqui, qual escolhi para começar. Começo com apenas uma.


Passo 4 - Importante! Entendo minhas próprias mudanças.

Entendo a mim mesmo e aceito que posso mudar.


Os cientistas demonstraram que a frequência natural da terra, as ondas Schumann, vinha permanecendo estável em 7.8 hertz por milhares de anos. Eles afirmam que esta frequência tem uma influência direta, através do hipotálamo em todos os mamíferos, seres humanos, baleias e golfinhos. Informes recentes relatam, contudo, que a frequência Schumann já havia aumentado para 11 hertzs no ano de 2003 e, que segue subindo com picos de 13 hertzs e de até 15 hertzs. Isto implica em grandes mudanças eletromagnéticas e também mudanças aceleradas em nossas células, nas nossas glândulas, no nosso sistema nervoso central e até no nosso DNA (W. O. Schumman, 1952, Konig, 1954, Balser e Wagner, 1960, Hans Volland, Davis Campbell, Gregg Braden, 2000).

Essas rápidas mudanças no padrão energético podem se traduzir nos seres humanos em momentos de autoquestionamento, depressão, frustração, instabilidade e sobressaltos repentinos de humor. Ao nível físico, podem aparecer sintomas temporários como desordens nervosas, desequilíbrios emocionais, tonturas, dores de cabeça, alterações do sono, bem como vários tipos de febres atípicas. No nível cerebral, podem se produzir desequilíbrios no sistema de ondas cerebrais, enquanto inicia-se um reajuste à nova energia.

Recomendamos aos adultos, sobretudo aos pais e docentes, a sua interação diária com estas crianças, que já estão sintonizadas com esta frequência e um cuidadoso acompanhamento delas. É muito importante estarem bem atentos aos extremos emocionais destas crianças, tranquilizando-as e levando-as a fazer exercícios físicos para equilibra-las. 

Alguns conselhos práticos para estas crianças e mesmo adultos que estão enfrentando os sintomas destas alterações de frequências:
- Organizar e simplificar a Vida para poder lidar melhor com as oscilações entre períodos de grande fadiga e outros de elevada energia.
- Comer de forma saudável e beber muita água pura para se desintoxicar.
- Para combater a tendência a falta de concentração e ao stress, fazer exercícios de aterramento ou "enraizamento" (ver quadro do segredo dos 8 "S" ao final deste livro).
- Interagir com quatro elementos e especialmente com os elementos terra e água.
- Apoiar-se com música tranquila, mantras, sons terapêuticos e, caso seja necessário, recorrer à terapia neuro-muscular, terapia sacro-cranial, remédios homeopáticos, terapias com pedras e cristais, essências florais ou outros processos terapêuticos alternativos de seu agrado.
- Organizar "grupos de estudo" para docentes, pais, futuros pais, avós (os netos e bisnetos tem em geral uma relação muito próxima com seus avós) onde possam receber informações sobre as crianças e jovens de hoje, compartilhar ferramentas práticas, expressar seus desafios pessoais e ao mesmo tempo trabalhar em seus próprio desenvolvimento interior e pessoal.
- Fazer alongamentos e alinhamentos energéticos ou meditações regularmente (importante para se reequilibrar).
- Aprender algumas técnicas anti-stress e de respiração consciente.
- Expressar-se livremente (mas sem raiva, com maturidade e carinho), para não somatizar as emoções reprimidas no corpo físico.

Também nós (os adultos), possuímos as mesmas capacidades que as crianças de hoje, mas em estado latente. Trata-se apenas de despertar nossos talentos, ocultos em nosso DNA.


Passo 5 - Hemisférios cerebrais

Como utilizo os dons dos dois hemisférios cerebrais em sua potência máxima e como deixo fluir a criatividade de meu filho ou estudante?


Os meninos, as meninas e os jovens do Terceiro Milênio têm a capacidade de lidar com ambos os lados de seu cérebro de maneira equilibrada, harmônica, natural e sem conflitos, sobretudo se sua educação está bem encaminhada.

             Hemisfério cerebral esquerdo

1. Racional, cartesiano, conexões lógicas entre as causas e os efeitos.
2. Analítico e calculista.
3. Verbal: as palavras, os discursos, a gramática.
4. Linear, sequencial.
5. Somente uma coisa de cada vez, passo a passo.
6. Ordem. A autoridade lhe da segurança.
7. Vai do particular ao geral.
8. Pensamento de velocidade moderada que, em geral, não desemboca em ação imediata.

           Hemisfério cerebral direito

1. Conexões associativas e holísticas. Sede da criatividade, da imaginação, do artístico e do musical.
2. Sentimentos, afetividade, intuição, sexto sentido.
3. Não-verbal: imagens, expressão corporal, tato, expressão energética.
4. Holístico, pensamento lateral.
5. Multi-tarefa.
6. Reconhece a autoridade somente se está consensualizada.
7. Vai do geral ao particular.
8. Pensamento rápido do tipo: "rajada" ou "flash", que desemboca, em geral, em ação imediata.

Para que não desperdicem seus dons, especialmente do hemisfério direito do cérebro, recomendamos proporcionar aos seus filhos ou alunos:
- Um ensino baseado no visual e no movimento, mais que no verbal.
- Incentivar qualquer atividade ligada à criatividade, imaginação, artes, dança e música.
- Permitir que façam várias tarefas ao mesmo tempo.
- Uma educação baseada no acompanhamento amoroso, e não em limites rígidos e arbitrários.

- Exercícios que desenvolvam o pensamento tipo rajada ou flash, isto é, extremamente rápidos.
- Exercícios que desenvolvam a intuição e a percepção extra-sensorial e que os incentivem a confiar nestes sentidos extra-físicos. 
- Muito amor, afeto e liberdade de ação, sem que isso signifique deixar que façam tudo o que tem vontade, mas sim acompanhá-los amorosamente, mostrando-lhes os limites e dando-lhes mais responsabilidades e confiança do que tínhamos em nossa infância, e ao mesmo tempo demonstrando um genuíno e verdadeiro interesse no que eles fazem, pensam e dizem.


FÓRMULA

E + D = G  -  Hemisfério Esquerdo mais Hemisfério Direito. A integração de ambos os hemisférios nos dá um Gênio. Mas um gênio em si é limitado, podendo até ser perigoso e não é uma boa meta em si.
G + C = H  -  Gênio mais Coração, nos dá um ser Humanista.
H + E = S  -  Humanista mais Espiritualidade, nos dá um ser Sábio.



Passo 6 - Inteligência Emocional

A Inteligência Emocional é mais importante que o Coeficiente Intelectual. Como posso desenvolvê-la?


Os meninos, meninas e jovens de hoje tem em geral uma inteligência emocional super-desenvolvida, o que dá a eles modos de aprendizagem particulares, tais como:
   1. Velocidade de pensamento e ação. A inteligência emocional sumamente veloz, é muito mais rápida que a mente racional.
   2. Capacidade de ação imediata. Por isso são meninos e meninas de ação e de mudanças.
   3. Certeza e Determinação.  A mente emocional traz uma sensação de certeza especialmente forte. Proporciona perseverança e ímpeto batalhador, qualidades dos líderes.
   4. Assimilação das coisas como um todo e de imediato. Baseia-se no princípio do holograma. Enquanto a mente racional do córtex cerebral realiza conexões lógicas baseadas em relações de causa e efeito, a Vida ou inteligência emocional tem uma lógica holográfica, onde uma única parte evoca o todo. Tudo está contido no todo.
    5. Funcionamento por associação. A lógica da mente emocional é associativa por natureza. Seu princípio é o do disparador. Isto é, basta um elemento - que pode ser visual, auditivo, olfativo, gustativo, tátil, um sentimento ou um dado cognitivo - para ativar e desencadear a memória ou a compreensão de algo.
    6. Colaboração, cooperação, solidariedade. A inteligência emocional é reativa à autoridade e ao ensino vertical. Está baseada no princípio da liberdade. Para esta lógica tudo é possível, não há coerção. 
   7. Manejo da linguagem, das artes e da espiritualidade com dinamismo, desenvoltura e naturalidade.
   8. Percepção aguda. Com a lógica da mente emocional, as coisas não são como aparentam ser, mas sim como são sentidas e percebidas e por aquilo que representam.
   9. O ator. A criança se toma ator e co-criador na mente emocional. 
   10. O princípio da Cura. A inteligência emocional é curadora e promove auto-curadora.

Daniel Goleman reconhece: "O próprio nome Homo sapiens, a espécie pensante, resulta num engano à luz da nova valorização e visão que oferece a ciência com respeito ao lugar que ocupam as emoções em nossa Vida. Os sentimentos contam tanto como os pensamentos, e muitas vezes até mais" (Goleman, 2000:22).
                                                          

CE > CI
O Coeficiente Emocional (CE) é mais importante do que o Coeficiente Intelectual (CI) no que se refere ao êxito e qualidade de Vida de cada um.


Desenvolvemos e fortalecemos a Inteligência Emocional com:

- Exercícios de respiração consciente.
- Artes, teatro, dança, música.
- Exercícios que utilizem o corpo de maneira consciente.
- Jogos ou contos criativos onde o ator ou o herói manejem adequadamente suas emoções.
- Exercícios que visem reforçar a auto-estima da criança, dos pais e do próprio professor.
- Exercícios que visem valorizar o nome do aluno.
- Exercícios de afirmação ou pensamento positivo.
- Equilíbrio energético em forma de jogos, brincadeiras e outros.
- Chi Kung, Liang Kun ou Tai Chi Chuan para os adultos, ou adaptados para crianças.
- Yoga rápida e adaptada para crianças.
- Akido, Karatê, Kung Fu e Capoeira para crianças e jovens.
- Exercícios de aterramento, se possível com os pés na terra para descarregar o sistema nervoso, principalmente das energias eletrostáticas ou energia suja.

- Caminhadas e exercícios em contato com a natureza para descarregar a tensão, a ansiedade e o stress que normalmente bloqueiam e prejudicam a manifestação da inteligência emocional.
- Prestar uma atenção especial à saudação inicial e de despedida da jornada diária na escola.

Estes exercícios são válidos para crianças, jovens e para os pais e docentes!

Conseguirmos uma Cultura de Paz nas escolas com:

- Campanhas ensinando e colocando em prática posturas de pensamento positivo para todos do estabelecimento escolar.
- Projeção de filmes sobre temas como a paz, amor incondicional, solidariedade, cooperação e amor à natureza para todos os integrantes da escola.
- Exercícios de respiração e harmonização nos recreios e Brain Gym.
- Exercícios de relaxamento e visualização diariamente.
- Massagens e Yoga inclusive para  pais e professores.
- Musica ambiental para todo o estabelecimento escolar.


Passo 7 – Inteligências Múltiplas (Altas Habilidades)

Conheço as treze inteligências e aprendo a utilizá-las


A seguir apresentamos uma descrição das treze inteligências, sua natureza e propósito:

 N°
Inteligências
Referencias
De natureza
Propósito de vida
   1
Inteligência Linguística ou Verbal - Linguística
Inteligências Múltiplas de Gardner e Armstrong
Cognitiva
Comunicadores
    2
Inteligência Lógico – Matemática
Cognitiva
Cientistas
    3
Inteligência Espacial
Espacial, Artística e Estética
Harmonizadores através da arte
    4
Inteligência Corporal - Sinestésica
Corporal
Atletas e Curadores
    5
Inteligência Musical
Musical
Harmonizadores através dos sons
    6
Inteligência Interpessoal
Psicológica, Social e Intercultural
Líderes sociais
    7
Inteligência Intrapessoal
Psicológica e ética
Psicólogos, curadores
    8
Inteligência Naturalista
Ecológica
Ecologistas, Biólogos
    9
Inteligência Transcendente ou Espiritual
Espiritual
Psicólogos Transpessoais
  10
Inteligência Energética ou Intuitiva
Pedagogia 3000
Psíquica
Psicólogos Transpessoais e multidimensionais. Terapeutas
  11
Inteligência Emocional
Daniel Goleman
Afetiva
Psicólogos e Terapeutas
  12
Inteligência Prática e Produtiva
Dewey, Kilpatrick, Paulo Freire, Pedagogia 3000 e Asiri
Prática e Produtiva
Construtores de novos sistemas e da nova humanidade em seu nível físico
  13
Inteligência Co-criadora
Walter Maverino,
Unipaz, Asiri e Pedagogia 3000
Multidimensional
Síntese das anteriores
Co-criadores de um novo mundo


                   

Passo 8 - Novas ferramentas

Aprendendo técnicas básicas e eficazes para a educação do novo milênio


Pedagogia 3000 - Técnicas básicas e eficazes:
Recapitulação dos métodos, procedimentos e técnicas pedagógicas básicas para o Terceiro Milênio 

AEM:
Implementa uma educação:
- Associativa
- Experimental
- Multidimensional

JAM:
Os 3 pilares básicos da nova educação:
- Jogos: A educação deve ser lúdica e proporcionar diversão.
- Ar livre: Levar as crianças para fora das quatro paredes o mais seguido possível. Em geral, a sala de aula é para eles uma "jaula".
- Movimento: A chave da aprendizagem. A educação (sobretudo da pré-escola até o fundamental) deve basear-se em movimentos.
O pensamento se ancora com o movimento!

EESIT:
- Elaboração de novos estudos e projetos
- Experiências profissionais ampliadas (capacitação)
- Saídas acadêmicas
- Intercâmbios
- Treinamentos e seminários 

AMOR:
Quando me esqueço de tudo, retorno ao AMOR...


Passo 9 - Crianças intuitivas (Crianças Índigo)

O que é uma criança intuitiva (ou índigo)? O que fazer e o que não fazer?


Os fenômenos paranormais hoje em dia são na realidade muito normais em crianças e jovens da nova geração, especialmente em crianças pequenas, devido ao aumento de sua percepção e sensibilidade, assim como à uma consciência global mais ampla.

Os comportamentos psíquicos mais comuns nos meninos e meninas são os seguintes:

- Respondem antes mesmo de que lhes seja formulada a pergunta.

- Sabem antecipadamente quem está chamando por telefone ou quem irá visitá-los.

- Quase todos, em vários graus, tem contatos com entes de outros níveis, inclusive com pessoas que não estão mais no corpo físico.

- Sentem a distância e ficam incomodados, quando outras pessoas mexem nos seus pertences. Alguns chegam, inclusive, a sofrer grandes alterações em função disso.

- Podem se interessar por temas como telepatia, assim como comunicar-se com animais e plantas, especialmente com golfinhos e baleias.

- Tem uma tendência a serem curadores, especialmente da parte emocional dos adultos.

- Nas brincadeiras de clarividência, tem um índice de acertos em tomo de 70%, sem treinamento e, quando treinados, muito mais.

- Percebem corretamente os campos energéticos e os sentimentos das pessoas, como por exemplo: a tristeza, a raiva, a ira, a mentira, a enganação. 

Um menino, uma menina ou jovem psíquico, como a maioria das crianças do novo milênio, é mais sensível do que outros e responde de forma mais aguda às emoções e à energia. Portanto, é recomendável:

- Expressar nossas emoções honestamente para que a criança não fique perturbada, sem saber, muitas vezes discernir suas próprias emoções dos demais, devido ao efeito esponja característico destas crianças.

- Explicar para as crianças as eventuais emoções conflitivas que normalmente existe num grupo, já que de outro modo podem duvidar de sua própria estabilidade.

- Cuidar do ambiente emocional onde a criança se encontra, gerar apoio e interesse genuíno, mesmo que muitas vezes não seja fácil entender o que se passa com elas; prover sempre amor incondicional.

- Jamais demonstrar medo diante de uma experiência extra-sensorial de nossos filhos, ou em relação as nossas próprias experiências, nem tampouco ter qualquer atitude que possa lhes causar medo destas experiências ou bloquear a sua manifestação. Procure escutá-los com normalidade, sem emitir julgamentos de valores.

- Proporcionar roupa de fibra natural aos bebes, meninos, meninas e jovens. Utilizar produtos de limpeza e cosméticos naturais. Evitar tudo o que é sintético, químico, alimentos industrializados ou transgênicos ou produtos que irradiem energias que possam lhes causar alergias e intoxicações (Ex: venenos contra insetos). Quando os produtos causam intoxicações e alergias normalmente é porque baixam a frequência vibratória das energias destas crianças e por isso também interferem no seu processo intuitivo e de sensibilidade exta-sensorial.

- Assegurar-se de que pratiquem exercício físico suficiente, assim como de que estejam frequentemente trocando energia com a natureza. Estes são os remédios mais seguros, sãos, naturais, baratos e sem efeitos colaterais.

- Evitar a violência física, que os aterroriza. Em outras palavras: sob hipótese alguma recorrer a pancadas, gritos, castigos físicos ou chantagens emocionais. Obviamente, estas recomendações, como quase todas as demais, são válidas para todas as crianças, mulheres, adultos, pessoas idosas e inclusive animais e plantas.

- Estas crianças têm uma sensibilidade especial com relação aos campos eletromagnéticos, explosões solares e outras manifestações astronômicas, podendo sofrer alterações em função disso. Assim, evite colocar televisores, computadores ou outros aparelhos eletromagnéticos em seus quartos, especialmente quando se trata de um bebe ou de uma criança pequena. Estes aparelhos emitem radiação eletrostática, ou energia suja, que prejudica enormemente o seu desenvolvimento e principalmente o seu sistema neurológico. Por esta mesma razão é importante também que os pais limitem o tempo que seus filhos permanecem a frente destes aparelhos diariamente.

- É recomendável que saibam se "limpar" psiquicamente quando estiverem muito perturbados e agitados, principalmente após ter contato com grandes grupos de pessoas, isto, pode ser feito simplesmente tomando uma ducha, um banho de água com sal, um banho de ervas, banho de mar ou de cachoeira ou ainda caminhar descalço sobre a grama, entre outros.

- Proporcionar em seu ambiente pensamentos positivos, dar-lhes um ambiente saudável, sem stress, tensões, disputas, conflitos, gritos ou palavrões. Oferecer uma educação baseada em valores e virtudes, ensinando-lhes sobre valores e virtudes e incentivando-os a praticá-las no dia a dia.

- Ensina-los a fazer meditações e exercícios de respiração quando estiverem muito tensos e ansiosos ou quando estiverem se sentindo muito agitados ou acelerados para baixar o nível das energias e conseguirem se equilibrar.

- A presença de animais de estimação e plantas vivas também ajudam, mas não basta te-los, é preciso ensinar a estas crianças e jovens a respeita-los e cuidar deles com muito amor, carinho e ternura.

E importante escutar a criança sem propor nenhum elemento de valorização, tanto positivo como negativo. Escutar de verdade o que eles querem expressar, aceita-los naturalmente como são e dar-lhes amor, ternura e carinho incondicional (e quando se diz incondicional, se diz exatamente sem qualquer condições, exigências e, principalmente, chantagens emocionais ou outras de qualquer espécie).


Passo 10 - Ferramentas Bio-inteligentes 

Possuo ferramentas bio-inteligentes para um bom desenvolvimento integral e holístico.


As ferramentas bio-inteligentes são práticas pedagógico-terapêuticas holísticas de desenvolvimento integral, alternativas e complementares, são naturais, flexíveis, inclusivas e envolvem o próprio estudante ou paciente. Podem ser utilizadas tanto na educação, na escola ou no lar, como na saúde. Funcionam por si mesmas, requerem pouco material e são acessíveis a todos. São universais e aplicáveis em qualquer país do mundo.

Estas técnicas levam em consideração o homem como um ser holístico, que é o fruto da união, integração e constante inter-relação de seu corpo físico, mental, emocional e espiritual. As ferramentas bio-inteligentes trabalham em vários níveis sutis e profundos. Desbloqueiam os nós energéticos, nos conectam com nossa sabedoria interior e ajudam a nos descobrirmos como seres integrais com imensos potenciais e qualidades.

As ferramentas bio-inteligentes são técnicas holísticas que nos interessam, especialmente no campo pedagógico do Terceiro Milênio, por que:
            - Estimulam as inteligências múltiplas.
            - Conectam e harmonizam os dois hemisférios cerebrais.
            - Desenvolvem a inteligência emocional.
            - Desbloqueiam os canais energéticos, físicos e sutis.
            - Abrem e ativam os centros energéticos do corpo humano.
            - Harmonizam e equilibram os campos eletromagnéticos.
            - Conectam as forças telúrico-cósmicas e outras fontes de energia e de conhecimento
            - Reativam a memória celular e os códigos genéticos latentes.
            - Baseiam-se em processos de auto-aprendizagem e auto-cura.

Para o sistema educativo, pode-se utilizar as seguintes ferramentas bio-inteligentes:
- Ensino da música, canto, escuta consciente de música (sonidosofia), orquestras, coros.
- Dança, cirandas, danças tradicionais, danças circulares, danças xamânicas, expressão corporal.   
- Bio-movimento, bio-dança, mímica, expressão corporal.
- Mandalas, string art.
- Ensino de artes plásticas, pintura, desenhos, etc.
- Cerâmica.
- Símbolos, códigos e desenhos ancestrais ou de antigas civilizações.
- O bio-conto, os mitos, as lendas e as fábulas.
- Técnicas de harmonização, relaxamento e respiração para crianças e jovens.  
- Ferramentas para adquirir íons negativos anti-stress.
- Técnicas de enraizamento ou aterramento que dá estabilidade. São técnicas especificas para que as crianças se estabeleçam e adquiram contato com a Terra.
- Técnicas de visualização para crianças e jovens. 
- Exercícios com os cinco sentidos exteriores.
- Brain  Gym  ou  quinesiologia  educativa  ou  ginástica  mental  do  Dr.  Paul  Dennison. São exercícios físicos simples que estimulam a utilização sincronizada dos dois hemisférios cerebrais, a verticalidade cerebral e o relaxamento, entre outros.
- Cozinhar.
- Tecer.
- Estar em contato com a natureza, através de saídas ao campo.
- Esportes cooperativos e artes marciais. Capoeira.
- Manter um jardim, horta orgânica comunitária, ter plantas e animais de estimação.
- Riso-terapia, abraço-terapia, etc.

No campo da saúde, são de muita utilidade para nos ajustar elevação energética do Terceiro Milênio e para o equilíbrio harmonioso do ser humano. Citamos algumas:
- Todas as técnicas de massagens (massoterapia), especialmente as massagens para  crianças e bebês. 
- Shiatsu, acupressão, reflexologia, reflexologia holística 
- Auricoloterapia.
- Terapia Craniossacral.
- Terapia Floral.
- Cromoterapia.
- Aromaterapia.
- Equinoterapia.
- Fitoterapia.
- Terapia com cristais.
- Cristalocupuntura.
- Reiki.
- Movimentos oculares.
- LSE: Liberação Somato-Emocional, processo terapêutico  que ajuda a liberar a mente e o corpo do efeitos residuais dos traumas passados associados a reações negativas.

No entanto, a divisão entre a educação e a saúde não está completamente diferenciada no caso das ferramentas bio-inteligentes, já que o que funciona para o ensino, também funciona para a saúde e vice-versa. Trata-se de um desenvolvimento integral, holístico, onde a saúde é ensino e o ensino é saúde.


As ferramentas bio-inteligentes são práticas pedagógico-terapêuticas de desenvolvimento integral, alternativas e complementares; são naturais, flexíveis, inclusivas e envolvem o próprio Estudante ou Paciente.



Passo 11 - Educar através da interculturalidade

A interculturalidade e o humanismo no cotidiano como um modo de vida.


É importante que a nova educação seja intercultural. As mudanças são planetárias, não há dúvidas, mas em cada lugar suas aplicações dependem do tecido cultural, social e ecológico. Damos as boas-vindas e reconhecemos a riqueza cultural própria de cada povo e de cada ser, aceitemos e respeitemos a todos já que aprendemos constantemente uns com os outros.

A interculturalidade é a convivência harmônica de todos os seres humanos, como irmãos e irmãs. Também é a nossa convivência harmônica com o Grande Todo e todas as suas manifestações, isto é, os animais, as plantas, os minerais, a água, o ar, o fogo, as montanhas, os rios, as florestas, os lagos, mares e com o cosmos em geral nas suas mais diferentes dimensões. Reconhecemos a todos como irmãos e irmãs, sem fazer qualquer distinção de etnia, raça, cor, ou de planeta (!). Apesar da mudança de consciência ser global, entendemos que a diversidade é um aporte indispensável e valioso para o crescimento e o enriquecimento da humanidade em seu conjunto. Assim, respeitemos e valorizemos as individualidades, peculariedades e singularidades de cada ser e de cada povo, sem diferenciações ou discriminações.

Busquemos as experiências educativas dos povos indígenas originais e a sua pedagogia. Na verdade, alguns métodos educativos dos povos indígenas originais, que ainda se baseiam na sua sabedoria milenar, apresentam conceitos e aplicações que resultam muito interessantes e relevantes ao entrar nas mudanças do Terceiro Milênio, porque introduzem a aprendizagem multidimensional e a conexão com o coração.

Alguns exemplos são: ensino vivencial direto, códigos e éticas ancestrais, virtudes e valores, diálogos de saberes com os avós, aprendizagens multidimensionais, trabalhos comunitários, intercâmbios de serviços e de visitas, exercícios para desenvolver verdades com o coração, intercâmbio entre comunidades, visitas a sítios arqueológicos e lugares sagrados, estudo dos idiomas, das tradições e das ciências dos povos indígenas (matemática, ecologia, sociologia, psicologia, etc.), mitos, lendas, história oral, algumas cerimônias (Temaskal ou tenda do suor, etc), cosmovisão, cosmoética, símbolos sagrados, música, sons sagrados e danças sagradas...

A Educação com Coração, na educação tradicional dos povos indígenas, baseia-se em exercícios pedagógicos onde se ensina ou (consolida segundo os casos) que toda a ação e cada pensamento se faz em harmonia com o ambiente e o coração, sem violar as regras da harmonia. Com cada ação, até mesmo a mais simples, a criança aprende, ou melhor dizendo, simplesmente vive a comunhão com a natureza e com os diferentes tipos de energia.


Passo 12 - Crio a minha própria educação (exercício prático de visualização criadora)

Crio e impulsiono com entusiasmo uma nova educação adequada para eles e para mim.


Tarefa
Este é um exercício prático de imaginação e visualização criadora, onde abro o canal para que a minha essência se manifeste e através da intuição mostre-me o caminho. Preencho um croqui com as minhas próprias ideias e anseios, crio minha própria educação, minha própria escola. Convoco a outros pais e docentes para participar, opinar e contribuir no desenho de minha própria escola, a nossa nova escola. Construo um mapa conceitual, com desenhos e cores, tiro uma cópia e coloco o quadro de minha própria Pedagogia num lugar onde possa vê-lo constantemente. Investigo, entrevisto meus filhos, meus alunos, entrevisto os jovens e pessoas visionárias, sensitivas e clarividentes. Faço organogramas e desenhos da estrutura, forma e imagem física ideal para esta escola. Imagino e visualizo os profissionais e todas as pessoas necessárias à sua concretização. Penso em sua capacitação, num plano de aulas e em todos os detalhes. Faço um plano de trabalho, um roteiro de atividades e o coloco em prática, passo à passo, cometendo erros e aprendendo no caminho. Não há outra maneira de aprender a não ser imaginar, visualizar e colocar em ação.


Passo 13 - Proponho-me a Ser e Co-criar

Proponho-me a Ser e Co-criar uma nova sociedade através de uma nova educação.


Tenho a capacidade como as crianças de hoje, de co-criar algo inovador para o bem de todos, cumprindo com os novos paradigmas do Terceiro Milênio.

1. Tenho a capacidade de perceber o que é pertinente mudar. Vejo com muita lucidez aquilo que tem que mudar e reconstruir.

2. Tenho a capacidade e a coragem para atuar de imediato. Sou capaz de utilizar ao máximo a criatividade de meu hemisfério direito, assim como possuo a clareza do hemisfério esquerdo, para ter tanto o impulso como a estrutura necessária para estabelecer e levar a cabo meu plano de ação. 

3. Tenho tenacidade (característica da inteligência prática) para levar a cabo minha visão, plano, propósito de Vida (individual e grupal), ou seja como o chamemos.

4. Sou original, inovador, humanitário, carinhoso; concilio a alta tecnologia e a ecologia, sou inclusivo, sei escutar, sei transcender os problemas, me proponho criar um novo mundo de unidade, ordem e beleza, agora.

Juntamente com as crianças e jovens, pais e professores, desenvolvo minha inteligência co-criadora. Ela é que impulsiona e impulsionará a re-construção de basicamente todos os setores sociais, educativos, de saúde, ecológicos, culturais, econômicos e políticos da nova sociedade e fomentará a reconexão da humanidade. Esta inteligência co-criadora é o motor e a novidade que marca este giro do milênio, fazendo emergir a unidade e a irmandade que sonhamos.


Características que se sobressaem nas crianças de hoje (índigos)


Somos conscientes de que estamos atravessando as fronteiras rumo a uma nova civilização. Isto significa que nascem crianças com perfis psicoemocionais já modificados e que as pautas de aprendizagem são diferentes. Requerem novos paradigmas, uma nova linguagem, uma nova ética e uma nova pedagogia. Assim como a abertura da mente e do coração das pessoas que lhe acompanham.


"Contam com muitos talentos que são pouco aproveitados", segundo o comentário de uma professora de um colégio particular de La Paz, Bolívia. "Têm um potencial extraordinário", diz outro professor de uma escola da cidade de El Alto, Bolívia. "Particularmente, observo que aprendem melhor quando utilizam outras formas de ensino, em especial se utilizamos métodos audiovisuais", acrescenta outro.

E geral, podemos observar diferentes tendências nas condutas dos meninos, meninas e jovens de hoje. Compilamos a seguir algumas observações sobre Pedro, um menino de oito anos e que refletem as características que mais se sobressaem e são comuns a estas crianças. Vejam o que diz sua mamãe:

Pedro tem muita energia, dorme pouco e pode nos esgotar. É mais ativo que nós, adultos! Come de maneira errática e somente o que gosta. Senão, simplesmente, se nega a comer! É veloz no que faz e pensa, e se cansa facilmente. Com muita frequência resiste, não gosta de nenhum tipo de autoridade, e quando diz "Não!", nada o faz mudar de opinião. É bastante provocativo e rebelde. Por isto, tem bom senso de humor, um lindo sorriso, é bem carismático e é muito querido por todos, especialmente por sua avó, com quem tem uma relação muito particular. Pode fazer várias coisas ao mesmo tempo, por exemplo, assistir televisão, fazer os deveres de casa, escutar música e estar atento ao que dizemos. Fico surpresa pelos seus interesses precoces de ordem intelectual e/ou espiritual. É honesto e integro, mas tremendamente teimoso!

Quando era menor, frustrava-se facilmente quando seus dedinhos não podiam realizar os projetos que se propunha. As vezes não o entendíamos quando fazia uma dessas birras! Quebrou todos os pratos de cerâmica até que por fim, acabamos por ter vasilhas (utensílios) de metal e de plástico.

Ah!... e parece que tinha alguns contatos extra-sensoriais. Especialmente quando era menor, via anjos e um dia nos disse que estava em uma nave com amiguinhos extraterrestres de nomes Anku e Anka! Ficamos perplexos com suas histórias "Que imaginação!"

Gosta muito da natureza e não quer que matemos nenhum inseto, nem sequer as aranhas, mosquitos e formigas. Tem uma grande autonomia desde bem pequenino. Podia ir sozinho ao mercado aos três anos e fazia compras à débito! Depois tínhamos que pagar as suas contas. Havia convencido a senhora do mercado que vendesse fiado para ele!

Aos três anos, também começou a encantar-se com a informática e a tecnologia de ponta. Aos seis anos podia jogar sozinho o jogo Civilização, ficava horas e horas jogando e, além disso, com uma versão em inglês. Um dia ficou jogando 14 horas seguidas até que seus olhinhos ficaram bem vermelhos. Mas o espertinho disse: "é por causa do cloro da piscina!"... e não por causa do computador.

O expulsaram da escola aos 6 anos porque havia feito uma greve. Reclamou para o Diretor do Colégio que o professor gritava muito e que todos os seus companheiros tinham que receber 10 sobre 10 porque faziam seu melhor esforço. Então aprendeu a ler e escrever sozinho com a vizinha. É muito criativo, faz as coisas a sua maneira e não suporta que nos intrometamos em suas coisas (brinquedos, roupa, quarto). "Tem sua forma especifica de ordenar as coisas e não suporta que a mudemos" (Anônimo, 2004: cp, Ecuador)


Estamos diante de uma geração de natureza precoce, madura, extremamente sensível e empática, auto realizada e autodidata, assim como espiritual e pragmática.


O perfil de Pedro e um dentre muitos outros.
É importante saber que existem outras características dos meninos e meninas de hoje. Alguns podem ser mais lentos, desligados e introvertidos; outros não são rebeldes, sendo até muito tranquilos; alguns são um tanto frágeis e delicados de saúde, outros mais psíquicos, outros mais inclinados aos assuntos sociais, ecológicos ou espirituais, outros são educadores natos. A maioria contudo, são muito sensíveis à falta de amor e ficam doentes se não o encontram.


Se, é bem certo que estamos frente a uma grande variedade de perfis psicoemocionais; este pequeno livro está escrito absolutamente para todas as crianças sem exceção. De maneira alguma a ideia de aprisionar e hierarquizar.


Em muitas crianças observamos que sua motricidade fina não está a altura da sua velocidade mental, o que lhes cria muita frustração e as vezes até Faina, especialmente quando são pequenos (até os seis ou sete anos). Ximena Flores, psicóloga (2006: cp), confirma o seguinte sobre o seu bebe, de cinco meses e meio: "Leo, meu bebe, come agora papinhas. Já pega sua colher e quer comer sozinho, mas não pode ainda, sua mente é mais rápida que o seu amadurecimento motriz e isto lhe desespera um pouco, mas por um outro lado é bom, suponho que logo irá aprender a ter paciência!"

Muitos tem uma inteligência interpessoal (3) bem desenvolvida e apresentam um carisma fora do comum, o que por sua vez faz com que apresentem em geral uma inteligência intrapessoal (4) notável.

Em todo caso, os psicopedagogos afirmam que, em geral, a capacidade cognitiva e as pautas de comportamento psicológicas e emocionais dos meninos, meninas e jovens de hoje são tão diferentes das gerações anteriores, que merecem que seja criado para eles um novo sistema de educação, de saúde e de psicologia.

Resumo das características das crianças do Terceiro Milênio (índigos), tipo extrovertido

Cada menino e menina um ser diferente e único. No entanto, a seguinte lista lhes pode ajudar a reconhecer as características que sobressaem nestas crianças:
1. Apresentam um alto grau de sensibilidade.
2. Apresentam características de líderes e são carismáticos.
3. São íntegros e coerentes entre seus pensamentos, palavras e ações.
4. Tem um nível energético elevado e bem sadio e apresentam um metabolismo mais acelerado.
5. Entediam-se facilmente, à grosso modo, porque são velozes e requerem matérias interessantes.
6. Resistem à autoridade se esta não é democraticamente orientada.
7. No suportam a mentira, o engano e a manipulação (embora algumas destas crianças acabem aprendendo a manipular também como um meio de defesa e a utilizar as mesmas ferramentas que os adultos).
8. Preferem outras formas de aprender.
9. Utilizam facilmente os computadores assim como a tecnologia de ponta com pouca idade.
10. Podem ter vários tipos de experiências extra-sensoriais. Desde pequenos se sentem atraídos por assuntos espirituais e/ou esotéricos. Falam ou perguntam sobre Deus. Se interessam muito pelo Criador, mas não se interessam por religiões.
11. São sensíveis à dor alheia. São sumamente compassivos com um alto grau de empatia. Mas não são suscetíveis à manipulação emocional nem ao drama emocional (sensibleria.)
12. Adoram a natureza.
13. Oscilam entre uma autoestima muito alta e fortes queda emocionais à baixa autoestima (as vezes, com sérios casos de depressão).
14. Demonstram alto nível de autonomia, desde uma idade bem precoce.
15. Podem fazer duas ou três atividades ao mesmo tempo.
16. Demonstram uma curiosidade insaciável, sempre perguntam o porquê das coisas e, se encontram o caminho correto, gostam de aprender a todo momento.
17. Para eles é frustrante qualquer sistema de estúdio que requeira pouquíssima criatividade ou não lhes da liberdade de aprender aquilo que necessitam.
18. Se experimentam fracassos ou não conseguem o que querem, se resignam. Podem se frustrar facilmente, em especial até os 6 ou 7 anos.
19. Costumam nos surpreender fazendo análises, avaliações e alguns comentários próprios dos adultos sobre assuntos que não são próprios da idade.
20. Não suportam brigas, conflitos, desentendimentos, desarmonias ou se alguém simplesmente levanta o tom de voz, isto em qualquer lugar, mas principalmente em casa.
21. Têm muita imaginação e criatividade.
22. Expressam o que sentem, não importa de quem se trate.


Resumo das características das crianças do Terceiro Milênio (índigos), tipo introvertido

1. São tranquilos, pacíficos, gentis, introvertidos.
2. São intuitivos. Podem ser telepatas (em vários  graus) quando são pequenos. Possuem algumas habilidades psíquicas desde o nascimento.
3. Tem uma função pacificadora.
4. Têm uma força interior extraordinária.
5. Lideram através do exemplo.
6. Calam-se e se retiram se há conflitos. Tendência a evitar a confrontação.
7. Falam com poucas palavras, mas bem profundas e somente se lhes pedem. São capazes de surpreender a outra pessoa dizendo o que necessita e o que é bom ou não para ela.
8. Irradiam paz e tranquilidade.
9. São muito afetuosos com as pessoas e percebem suas necessidades.
10. Harmonizam naturalmente a energia que os rodeia.
11. As vezes podem ser menos robustos fisicamente e mais vulneráveis emocionalmente.
12. As vezes suas características podem ser confundidas com o autismo.
13. São extremamente sensíveis a tudo o que existe em seu meio ambiente: som, cores, emoções negativas nos outros, odores, comida, produtos químicos, a sensação de estar vestido, violência, a dor alheia, frequências eletromagnéticas, explosões solares, etc.
14. Buscam passar o tempo sozinhos.
15. Simplesmente não entendem a desumanidade do homem, a guerra, a avareza, etc. Podem se sentir facilmente aborrecidos e saturados com tudo isso.
16. Retraem-se, desconectam-se e se protegem se o ambiente é muito intenso, denso ou violento.
17. Embora, normalmente, sejam tímidos e retraídos os outros os admiram e se sentem atraídos por eles como um imã.
18. Com frequência evitarão multidões ou espaços como centros comerciais por estarem sobrecarregados com energias/ambiente caóticas.
19. Antes de nascer, seus pais tiveram algum tipo de experiência psíquica com elas. É frequente ocorrer algum acontecimento especial durante a gravidez e/ou o parto.
20. São extremamente empáticos, até o ponto de saber o que um desconhecido está sentindo.
21. Elas emanam inocência, falta de malícia, pureza, devido à ausência de egocentrismo.
22. Costumam montar e desmontar brinquedos, aparelhos elétricos, rádios, televisores, computadores, etc..  Alguns aparelhos podem avariar-se em contato com a energia delas, como uma lâmpada ou um disco rígido de um computador. Inversamente, alguns aparelhos podem voltar a funcionar ou se acender sozinhos como, por exemplo, relógios, rádios, etc.
23. São místicos por natureza.
24. Tem alta capacidade de auto-regeneração dos ossos, da pele e demais tecidos.

Obviamente estas listas não são exaustivas. Há crianças que combinam características de ambas as listas, e/ou apresentam outras, ainda não documentadas.


O segredo dos 8 "S"

Para meninos, meninas, jovens, pais, alunos e professores

Os 8 "S" ou Ser
Características
Ferramentas
Nível
1
Ser 
ancorado
Estou em conexão com a Terra, equilibrado, enraizado, calmo e equilibrado. Faço crescer minhas raízes antes de fazer crescer o tronco, os galhos, as folhas, as flores e os frutos.
Todas as ferramentas bio-inteligentes de enraizamento: conexão com a terra, danças africanas, percussões, trabalho com hortas, Massagens dos pés, cerâmica, esportes, yoga, Artes marciais, capoeira.
Físico
2
Ser 
feliz,
amado e seguro
Fortaleço minha inteligência emocional, meu afeto e amor
incondicional. Desenvolvo minha auto-estima. Realizo atividades em grupo.
Todas as ferramentas de desenvolvimento da
inteligência emocional:
muito amor e afeto,
paz e segurança emocional.
Emocional
3
Ser 
integral
Desenvolvo todos os níveis do ser humano: físico, emocional, mental, psíquico espiritual, social, intercultural, ético, estético e ecológico.
Pode ser conseguido com as ferramentas bio-inteligentes e trabalhando com todas as inteligências múltiplas.

Integral
4
Ser 
sutil
Desenvolvo a inteligência intuitiva ou energética.
Se consegue com as ferramentas bio-mórficas.
Psíquico / Intuitivo
5
Ser 
prático
Desenvolvo a inteligência prática
Se alcança com os projetos escolares, trabalhos experimentais, educação produtiva, qualquer atividade com um resultado a curto e médio prazo que seja concreto e útil.
Físico / Integral
6
Ser 
lúdico
Combino a brincadeira e o prazer de aprender. Incluindo tudo o que é lúdico, o riso, o bom humor, a alegria.

Atinge-se através dos jogos e fazendo desaparecer a aula tradicional como tal. As
próprias crianças recriam sua aula com alguns elementos que lhes oferece o educador.
Integral
7
Ser 
co-criador
Utilizo a inteligência co-criadora, a inteligência que constrói a nova humanidade
Todas
Integral
8
Ser
É a educação reconectadora, que reconecta à essência, trazendo luz, informação e amor à Terra.
Ferramentas bio-reconectadoras

Espiritual





.

Glossário

Ferramentas bio-inteligentes: São práticas pedagógico-terapêuticas holísticas de desenvolvimento integral, alternativas e complementes, são naturais, flexíveis, inclusivas e envolvem o próprio estudante ou paciente.

Ferramentas bio-mórficas ou técnicas de ressonância: São técnicas que se baseiam na ativação do hemisfério cerebral direito, as glândulas pineal e pituitária, as ondas cerebrais alfa e theta e o campo psíquico/intuitivo e espiritual. Reconhecem e promovem o acesso direto ao conhecimento e aos campos mórficos pelo efeito de ressonância. Também são conhecidas como técnicas de acesso e manejo de mega-conhecimentos. Baseiam-se nos estudos do biólogo Rupert Sheldrake. E tem sido implantadas a nível educativo pelo pedagogo japonês, Dr. Shichida.

Ferramentas bio-reconectadoras: Ferramentas, como seu nome indica, que reconectam o ser humano à sua Essência e a sua natural conexão com outras dimensões. Sua natureza é de caráter espiritual.

Multilateralidade: É a capacidade de tratar um assunto ou tratar com uma pessoa respondendo simultaneamente a diferentes aspectos do mesmo ou da mesma. É a capacidade de avaliar um tema por diferentes ângulos ao mesmo tempo.

Multidimensionalidade: É a facilidade de perceber várias dimensões da realidade; isto é, podem perceber outros níveis vibracionais.



Bibliografia

Armstrong, Thomas
1999. Las intelligences multiples en el aula. Thomas Armstrong. Editorial Manantial. Argentina.

Cabobianco, Flavio M.
1991. Vengo del Sol. Editorial Errepar-Longseller. Buenos Aires, Argentina.

Dennison, Paul y Gail Dennison
1996. Brain Gym. Aprendizaje de todo el cerebro. Kinesiologia educatx"va. El movimiento, la clave del aprendizaje. Robinbook. Barcelona, Espafia.

Espinosa Manso, Carlos,  Walter Maverino y Noemi Paymal
2007. La educaao de los nios y nias del nuevo milento. Guiaprcticaparapadres y educadores. Ed. Sirio. Espafia.

Paymal, Noemi
2008. Pedagooogia 3000. Guia prática para docentes, padres y uno mismo. Nifio, Dina, joven del Tercer Milenio iESta Pedagooogia es para ti! 4rta edio , revisada y ampliada. Versi6n interactiva. Ed. Ox La- Hun. La Paz, Bolivia.

Ortiz de Maschwitz, Elena Maria
2000. Inteligências Multiples en la Educação de la Persona. Bonum. Buenos Aires, Argentina.






_____________________________

(1) http://www.wie.org/j19/white.asp

(2) Mihaly Csikszentrnihalyi, ex-diretor do Departamento de Psicologia da Universidade de Chicago e diretor de "Quality of Life Research Center", de Claremont Graduate University, na Califórnia.

(3) Inteligência interpessoal: Mecanismos de pensamento conscientes e comprometidos com as necessidades sociais. Isto é, são meninos(as) que tem uma alta empatia, pensam em função do outro, compartilham decisões em equipe, apresentam habilidade para a interação social e para a organização de grupos humanos.

(4) Inteligência intrapessoal: Inteligência e pautas de aprendizagem cujos mecanismos estão focados nos processos de interiorização. Estes meninos(as) tem sensibilidade para a meditação, estão motivados por todos os processos de reflexão. Percebem o mundo através de seu "eu interior". Estão atentos as suas experiências íntimas.











Nenhum comentário:

Postar um comentário